30 April, 2019

CNC lança publicação sobre o setor de eventos

A apresentação do livro "Turismo: Eventos em Debate" foi feita por Alexandre Sampaio, diretor da CNC, durante o Fórum Eventos

Eventos mobilizam pessoas, economia e cidades, e são gerados por quase todos os setores da economia: governamental, corporativos/empresariais e comunitários. Para trazer à tona questões importantes para este setor, essencial à geração de empregos e à economia, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), por meio do seu Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur), lançou a publicação Turismo – Eventos em Debate, na terça-feira, 30 de abril, durante o Fórum Eventos 2019, que acontece no centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.

“O mercado de congressos, feiras e eventos tem grande relevância econômica não só para o setor de turismo. Ele estende seus efeitos para o comércio e para o setor de infraestrutura e transportes, impactando diversos segmentos. Por isso, apontar caminhos, identificar tendências, contribuir para a busca de soluções e avanços marcam a iniciativa desta publicação da CNC. Uma ação em absoluta sintonia com a tradição da Confederação de contribuir para o avanço dos setores representados e para o País”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

A publicação surge a partir da série de seminários Turismo – Eventos em Debate, promovida pelo Cetur/CNC, em 2018, que debateu a importância estratégica do segmento de eventos no contexto empresarial e, para a cadeia produtiva do Turismo, levantando tendências e apontando caminhos. Na publicação, depoimentos e cases de profissionais e representantes do segmento de eventos são apresentados divididos em quatro temas: "Eventos como alavanca da economia", "Live Marketing: a nova inteligência para marcas e cidades", "Novos mercados, novas estratégias" e "Megatendências e cenários futuros para o setor de eventos".

Os seminários também trouxeram à tona gargalos que precisam ser superados para o setor avançar, que são apontados na publicação por meio de recomendações ao setor público e à iniciativa privada, seja para a elaboração de políticas ou para decisões de mercado. “Em parceria com as entidades mais relevantes para a área de promoção de feiras e eventos, trazemos nesta publicação recomendações ao mercado e à gestão pública desses setores. A intenção da CNC, por meio do Cetur, é contribuir para o fortalecimento e dinamismo do segmento MICE, que cada vez mais impacta cidades e países”, afirmou o diretor da CNC Alexandre Sampaio, na apresentação da publicação durante o Fórum Eventos 2019.

A publicação e as recomendações foram elaboradas sob a ótica das principais entidades da área que apoiaram a iniciativa: a Academia Brasileira de Eventos e Turismo; a Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc Brasil); a Associação Brasileira de Centros de Convenções e Feiras (ABRACCEF); a Associação de Marketing Promocional (Ampro); a Associação Latino Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas (Alagev); o Fórum das Entidades do Setor de Eventos (ForEventos); e a União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe); com a colaboração da União Nacional de CVBx e Entidades de Destino (Unedestinos) nas recomendações.

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.